sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

A Lula Eléctrica

Era uma vez uma lula que funcionava a pilhas, mas ela queria algo mais, não queria ser apenas uma igual às outras.
Um dia o seu amigo, que estava apaixonado por ela disse:
- Maria porque estás assim?
Ao que ela responde:
- Pirovsky estou tão triste, todos nos trabalhamos a pilhas de -70mvolts, mas eu quero algo mais! - Não fiques assim. Tu és muito especial, já o devias saber.
- Não sou nada! Nós as lulas somos todas somos todos iguais, funcionamos todos a pilhas e quando por exemplo estamos a fazer algo e estas acabam? Eu estou farta que isso me aconteça!
- Então já que não és especial, tenta fazer algo especial!
- Tens razão. Vou me dedicar à pesca!
- Maria, enganaste-te na deixa!
- Ups! Tens razão Vou fazer algo!
Passados cinco dias o Pirovsky encontra a Maria:
- Maria ? Nunca mais te vi por aqui! -
Olá! Estou muito mais feliz agora!
- Então porquê?
- Porque finalmente fui a uma discoteca!
- Maria enganaste-te outra vez!
- Ai. Isto está um bocado péssimo! Porque finalmente inventei algo diferente!
- o Que?
- Uma tomada!
- Tomada o que é isso?
- A minha amiga pequena sereia contou-me que lá o humanos que também são mamíferos como nós usam dessas coisas, as tomadas, para não gastarem pilhas. Logo eu inventei! Uma tomada para não termos de trabalhar a pilhas! Basta colocarmos um tentáculo e já está!
- Mas que baril!
- Queres experimentar comigo?
- O que?
- Se queres experimentar comigo!
- Oh Maria lula nunca pensei!
- Nunca pensaste?
- Que me viesses a pedir algo assim! EU Amo-te!
- Hm?? Ok...
- Ok??? Ambos somos lulas, inteligentes, trabalhamos a pilhas, somos feitos um para o outro!
- Fixe! Eu também gosto de ti...
- AHAHAHAHAHA MUAHAHAHAHA (Beijam-se loucamente, capaz de se comer um ao outro, como se não houvesse amanha!)
- Vamos experimentar a tomada? - pergunta a Maria
- Vamos!
Ambos os dois metem os tentáculos na tomada.
De repente uma luz branca se vê. Maria calculou mal a voltagem da tomada e ambos os dois morreram ali. Juntos. Para sempre ligados a uma tomada. Ambos os dois queimadinhos. Porque claro que aquilo haveria de dar choque, se era de baixo de água.
Veio mais tarde a saber-se que a pequena sereia fez aquilo tudo por maldade, tudo porque queria ver a Maria morta, para ter o Pirosvky so para ela. Mas ambos os dois morreram. Maria conseguiu ser diferente. Anos mais tarde em sua homenagem foram criadas tomadas com outras voltagens, para que outras lulas pudessem usufruir sem morrer electrocutadas da tomada e não à base de pilhas que por qualquer momento podem acabar. O FIM

5 comentários:

Whatsername disse...

Epah, deixa que te diga, as lulas são os meus mamíferos preferidos!!

Rii disse...

eu adoroooo a abordagem da Pequena Sereia maléfica xD

Anónimo disse...

lol.. a sereia malefika... xD
ta bue fixe.. a historia da maria !! xD ( mas q rika ideia a dla !! )
bjxxxxx
fika bem =D

Marisa disse...

Lula eléctrica?
Pequena sereia maléfica?
Omg --'
Gostooo
Quero maaais!

я.Ð.ล. disse...

Este blog tem tudo para ser um grandeeeeeeeeeeeeeee sucesso.

Continua com as (boas) histórias...

Mas experimenta fazer uma (à minha medida) com microfones, mesas de mistura e cenas do género. xD

Beijinho



PS: COMENTÁRIO COM UM NIVEL DE FUTILIDADE ELEVADO!